Artes Marciais

Lesões nas Artes Marciais | Parte 1

As competições de Artes Marciais e esportes de contato estão enraizadas na cultura esportiva brasileira. O Brasil é um dos países com mais estrelas na modalidade (principalmente no MMA), a popularidade do esporte vem crescendo a cada ano.
As Artes Marciais no geral, são modalidades onde o contato físico é constante, dependendo do estilo, com mais ou menos intensidade, e com isso, existe uma propensão à lesões nos atletas.
Se você é um amante desta modalidade e praticante convicto, existem alguns cuidados que você pode tomar para não se machucar, ou ao menos, minimizar as lesões.
O treinamento árduo que atletas de artes são submetidos poderá causar uma série de lesões, o grau de gravidade e regiões que são atingidas irá depender muito da modalidade praticada e suas características.

Tipos de contato e possíveis lesões:

Contato leve ou semi contato
Nas competições de contato leve ou semi contato, existe uma restrição de ataque em determinadas áreas. Normalmente os ataques ficam limitados à região do peito, onde o objetivo é apenas marcar o ponto.
Nesta modalidade as chances de ocorrer uma lesão mais grave é muito menor em relação às lutas de contato.

Contato Médio
Nas competições de conta médio como o judô, exite uma aplicação mais complexa de golpes, principalmente nas projeções onde se projeta o adversário ao solo. Como não há golpes traumáticos, a gravidade das lesões são menores, porém, uma queda de mal jeito, poderá causar um dano mais grave ao corpo.

Contato total
As competições que tem o contato total, como o MMA, poderá levar o atleta a ter lesões mais graves que podem incluir, ruptura de tendões, deslocamentos articulares e traumas ósseos.

Lesões mais comuns nas Artes Marciais:

Mãos: Golpear com a mão, mesmo nas artes marciais onde os atletas são treinados, podem ocorrer situações como uma torção no punho, onde poderá ocasionar diversos tipos de lesões como: fratura nos ossos dos punhos e dedos e ruptura dos ligamentos.
Para minimizar essa situação, a utilização de bandanas e luvas, poderão ajudar na prevenção de lesões no pulso. É importante salientar que dependendo do modelo de luva que está sendo utilizada, a proteção poderá ser menor.

Cabeça: As lesões na cabeça são as mais preocupantes, pois os golpes deferidos na mesma, são rápidos e fortes, principalmente nas modalidades de contato total, pois, tem o objetivo de nocautear o adversário.
Um golpe de punho, poderá causar lesões no nariz, na face, nos dentes e dependendo da situação, levar a um traumatismo craniano ou a encefalopatia traumática crônica.
Qualquer pessoa que esteja potencialmente atingida repetidamente na cabeça, acidentalmente ou de propósito, corre o risco de acabar com a encefalopatia traumática crônica a longo prazo. É um efeito conhecido entre aqueles que jogam futebol americano, boxeadores, lutadores e todo tipo de artistas marciais profissionais e lutadores no esporte. Pode levar a uma perda maciça de função cerebral devido à sua natureza.

Nosso próximo artigo, falaremos sobre lesões nas costelas e membros inferiores.