Pular para o conteúdo

Dor no pé: Causas e tratamento para alívio da dor

A dor no pé é um sintoma muito comum entre os pacientes que procuram nosso consultório. Ela pode ocorrer por diversas doenças (patologias) ou lesões como, fascite plantar, lesões por esforço repetitivo, inflamação dos ossos, gota, ligamentos ou tendões, entre outros…

Se você sente dor no pé e não sabe qual o motivo, continue a leitura deste artigo, iremos abordar as principais causas de dor nos pés, diagnóstico e tratamento.

O que causa dor no pé?

A dor no pé é um sintoma que pode afetar pessoas de todas as idades, mas, é mais comum em adultos com mais de 40 anos e esportistas. A dor no pé pode ocorrer em regiões diferentes como nos dedos, na parte superior dos pés, na parte inferior dos pés, ou até mesmo, no calcanhar.

Além de sustentar todo o peso do corpo, os pés estão suscetíveis a impactos, torções, processos inflamatórios e sobrecarga por excesso de peso, aumentando ainda mais as chances de sentir dor.

Como o pé é formado?

O pé possui uma estrutura extremamente complexa, composta por 33 articulações, 26 ossos e mais de 100 músculos, tendões e ligamentos. Estas estruturas trabalham em conjunto para sustentar o peso corporal, permitir a locomoção e o equilíbrio.

Ossos

Praticamente um quarto dos ossos do corpo estão nos pés, sendo eles:

Tálus

O tálus é o osso na parte superior do pé que forma uma articulação com os dois ossos da perna… a tíbia e a fíbula.

Calcâneo

O calcâneo é maior osso do pé, fica abaixo do tálus para formar o osso do calcanhar.

Tarsos

Os tarsos são cinco ossos de forma irregular do médio pé que formam o arco do pé. Os ossos do tarso são o cuboide, o navicular e os cuneiformes medial, intermediário e lateral.

Metatarsos

O metatarsos são os cinco ossos (rotulado de um a cinco, começando com o dedão do pé) que compõem o antepé.

Falanges (singular: falange) – os 14 ossos que compõem os dedos dos pés. O dedão do pé consiste em duas falanges – a distal e a proximal. Os outros dedos têm três.

Sesamoides

Os sesamoides são dois pequenos ossos em forma de ervilha que ficam abaixo da cabeça do primeiro metatarso na planta do pé.

Articulações

As articulações dos pés são formadas pelo encontro de dois ou mais ossos, cada um dos dedos possui 3 articulações, com exceção do dedão que possui 2 articulações.

  • Articulação metatarsofalângica (MCP) – a articulação na base do dedo do pé;
  • Articulação interfalângica proximal (IFP) – a articulação no meio do dedo do pé;
  • Articulação falangeana distal (DP) – a articulação mais próxima da ponta do dedo do pé;

Cada dedão do pé tem duas articulações:

Articulação metatarsofalângica e Articulação interfalângica

As superfícies dos ossos onde eles se unem para formar as articulações são cobertas por uma camada de cartilagem, o que permite que eles deslizem suavemente uns contra os outros enquanto se movem. As articulações são envolvidas por uma cápsula fibrosa revestida por uma membrana fina chamada sinóvia, que secreta um líquido para lubrificar as articulações.

Músculos

O pé possui 20 músculos responsáveis pelo seu formato, suporte e capacidade de movimento, sendo que os principais são:

Tibial posterior , que suporta o arco do pé

Tibial anterior , que permite que o pé se mova para cima

Tibial peroneal , que controla o movimento na parte externa do tornozelo

Extensores , que ajudam a levantar os dedos dos pés, possibilitando dar um passo

Flexores , que ajudam a estabilizar os dedos dos pés.

Tendões e Ligamentos

O principal tendão do pé é o tendão de Aquiles , que vai do músculo da panturrilha até o calcanhar. O tendão de Aquiles permite correr, pular, subir escadas e ficar na ponta dos pés.

Os principais ligamentos do pé são:

Fáscia plantar – o ligamento mais longo do pé. O ligamento, que corre ao longo da sola do pé, do calcanhar aos dedos, forma o arco. Ao se alongar e contrair, a fáscia plantar nos ajuda a equilibrar e dá força ao pé para caminhar.

Ligamento calcaneonavicular plantar – um ligamento da sola do pé que conecta o calcâneo e o navicular e suporta a cabeça do tálus.

Ligamento calcaneocuboide – o ligamento que conecta o calcâneo e os ossos do tarso e ajuda a fáscia plantar a apoiar o arco do pé.

Quais principais doenças que causam dor no pé?

São inúmeras as doenças e condições que podem causar dor no pé, abaixo, iremos abordar as principais causas de dor no pé:

Fascite plantar

A fascite plantar é um processo inflamatório que ocorre na faixa de tecido que liga o osso do calcanhar aos dedos dos pés. Geralmente a dor ocorre pela manhã, assim que você sai da cama e costuma surgir no calcanhar ou no arco do pé.

Como tratar a fascite plantar?

  • Descanse o pé;
  • Faça alongamentos dos músculos do calcanhar e do pé;
  • Tome analgésicos de venda livre;
  • Use sapatos com bom suporte de arco e sola acolchoada.

Esporão no calcanhar

O esporão no calcanhar ocorre por um crescimento anormal do osso abaixo do calcanhar. Geralmente ocorre com mais frequência em corredores, pessoas que caminham por muitas horas, ou até mesmo, que usam sapatos errados.

A pessoa que tem esporão normalmente sente dor ao ficar em pé ou caminhar. Pessoas com pé chato ou com arco muito alto, tem maior probabilidade de dor por esporão.

Como tratar esporão?

  • Use uma palmilha feita sob medida (chamada órtese) usada no sapato;
  • Use sapatos que se ajustem bem e tenham solas que absorvam choques;
  • Tome analgésicos de venda livre;
  • Descanse o pé;
  • Sessões de fisioterapia.

Se você ainda sentir dor, pergunte ao seu médico sobre os procedimentos médicos.

Veja também

Gota

A gota é um tipo de artrite que causa dor nos dedos dos pés. A gota ocorre pelo acumulo de cristais nas articulações dos dedos, que acabam causando um processo inflamatório, inchaço e dor intensa.

A gota ocorre com mais frequência no dedão.

Como tratar a gota?

  • Descanse o pé;
  • Gelo na área afetada;
  • Tome  medicamentos  como um anti-inflamatório não esteróide ( AINE ), prednisona , colchicina ou alopurinol.

Evite alimentos que possam piorar a gota como:

  • Carne vermelha em excesso (principalmente as gordurosas);
  • Marisco, mexilhão, cavala, sardinha, arenque e outros peixes;
  • Drinks, cerveja e vinho;
  • Miúdos: fígado, moela e rins;
  • Refrigerantes e sucos industrializados;
  • Bolachas, biscoitos e doces;
  • Alimentos ultraprocessados e embutidos (salsicha, mortadela, bacon, peito de peru);

Artrite reumatóide

A artrite reumatóide é uma doença autoimune crônica e que causa dor, inchaço e rigidez nas articulações. A maioria das pessoas que possuem artrite reumatóide apresentam sintomas nos pés e tornozelo.

A artrite reumatóide pode se manifestar ao redor do calcanhar, na parte superior dos pés e nos dedos.

Como tratar a artrite reumatóide?

  • Repouso;
  • Aplicação de gelo;
  • Medicamentos anti-inflamatórios não esteróides, como ibuprofeno e naproxeno;
  • Palmilhas podem aliviar a pressão dos ossos dos pés.

Tendinite

A tendinite é o processo inflamatório que ocorre nos tendões (bandas que ligam os ossos aos músculos). Os tendões estão presentes em toda a superfície dos pés, sendo assim, podem causar dor em locais diferentes…

Como tratar a tendinite?

  • Descanse o pé;
  • Tome analgésicos;
  • Injeções de esteroides podem ajudar;
  • A cirurgia raramente é necessária.

Outras patologias (doenças) que podem causar dor no pé;

  • Ruptura do tendão de Aquiles;
  • Fratura no pé;
  • Dedo quebrado;
  • Joanetes;
  • Bursite (inflamação das articulações);
  • Calos e calosidades;
  • Neuropatia diabética (danos nos nervos causados ​​pelo diabetes);
  • Deformidade de Haglund;
  • Dedo em martelo ;
  • Saltos altos ou sapatos mal ajustados;
  • Unhas encravadas;
  • Metatarsalgia;
  • Neuroma de Morton;
  • Osteoartrite (doença que causa o colapso das articulações);
  • Osteomielite (uma infecção óssea);
  • Doença óssea de Paget;
  • Neuropatia periférica;
  • Doença de Raynaud;
  • Artrite séptica;
  • Fraturas por estresse;
  • Síndrome do túnel do tarso;
  • Tumores.

Tratamento para dor no pé

A dor no pé geralmente está associada a causas graves, por isso, repouso e compressas podem resolver o problema. Caso a dor persista, é importante que você se consulte com um médico especialista.

O médico irá avaliar a sua rotina e realizar exames clínicos, caso não consiga identificar o problema, poderá solicitar exames complementares como:

  • Raio X;
  • Tomografia computadorizada.

Gostou de artigo? Esperamos ter lhe ajudado a compreender um pouco mais sobre as possíveis causas de dor no pé e seus tratamentos.

Você está precisando de ajuda profissional relacionada a dor no pé ? Não se preocupe, marque sua consulta agora mesmo!

Referências bibliográficas

https://www.mayoclinic.org/symptoms/foot-pain/basics/causes/sym-20050792
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK536941/
https://www.arthritis.org/health-wellness/about-arthritis/where-it-hurts/anatomy-of-the-foot

Precisa de ajuda?